top of page
Buscar
  • Grupo Saúde

6 Dicas para emagrecer & Medicamentos que auxiliam

1. Comer devagar e respeitar a saciedade do corpo

Comer devagar permite que o estômago saciado avise ao cérebro que já recebeu comida suficiente. Esse sinal ocorre antes de o estômago estar completamente cheio, e deve ser interpretado como o corpo avisando que já não precisa de mais comida no momento. No entanto, quem tem o hábito de comer rápido não percebe esse sinal de saciedade, além de reduzir o tempo de contato com a comida e o prazer de aproveitar melhor a refeição.

Respeitar a saciedade é um dos pontos principais para emagrecer e evitar o ganho de peso. Saciar o estômago com alimento ricos em nutrientes e fibras, como verduras, frutas, carnes em geral e gorduras boas, faz com que o metabolismo funcione melhor e mantém a fome longe por mais tempo.

2. Beber mais água durante o dia

Deve-se beber muitos líquidos entre as refeições, pois isso irá ajudar diminuir a fome e a retenção de líquidos porque quanto mais água você bebe, mais urina seu corpo produz, e com a sua eliminação também saem as toxinas que prejudicam o emagrecimento.

  • O que você pode beber: água, água de coco, sucos naturais sem açúcar adicionado (não servem os sucos de pacote), chás sem açúcar;

  • O que você não pode beber: refrigerantes, sucos de caixinha ou em pó, achocolatados e bebidas alcoólicas.

A quantidade de água recomendada necessária varia entre 1,5 e 3 litros por dia. Se você tem dificuldade de beber água veja como conseguir beber 2 litros de água por dia.


3. Fazer algum exercício físico

O tipo do exercício não é o mais importante, mas sim a regularidade da prática, que deve ser feita pelo menos 3 vezes por semana. Além disso, algumas atividades e escolhas diárias podem fazer toda a diferença, por isso experimente:

  • Subir escadas ao invés de usar o elevador;

  • Descer uma ponto antes do trabalho ou da escola e caminhar o restante do percurso;

  • Sair para um passeio de 10 min depois do almoço;

  • Levar o cachorro para passear à noite.

Ao contrário do que a maior parte das pessoas acredita, todo tipo de exercício físico ajuda a perder peso, não apenas os aeróbicos como caminhada, bicicleta e corrida. A musculação também ajuda a emagrecer e ainda traz a vantagem do aumento da massa muscular, o que melhora o metabolismo e acelera o processo de emagrecimento.

4. Comer de tudo, mas pouca quantidade

O corpo precisa de todos os nutrientes e dietas que proíbem completamente os carboidratos fazem com que o peso aumente novamente pouco tempo depois. Assim, as melhores dicas são:

  • Evitar o consumo de açúcar simples na rotina diária, tomando café, leite, iogurtes, chás e sucos sem açúcar;

  • Adicionar 1 colher de sobremesa de sementes no sucos e iogurtes, como linhaça, gergelim e chia;

  • Comer 5 castanhas ou 10 amendoins por dia;

  • Escolher apenas uma fonte de carboidrato por refeição, de preferência vindos de alimentos naturais: frutas, batatas, arroz integral, feijão, lentilha, milho e ervilha;

  • Comer salada crua antes do almoço e do jantar;

  • Adicionar 1 colher de sopa de azeite extra virgem no almoço e no jantar;

  • Evitar comer após estar saciado;

  • Evitar comer por desejo ou por emoções como ansiedade e tristeza.

Mesmo em pequenas quantidades durante o dia, as frutas e legumes fornecem muitas fibras e vitaminas e, por isso, é fonte de saúde e ajuda a emagrecer e perder barriga.

5. Evitar ficar com muita fome

Passar muitas horas sem comer pode fazer com que você escolha alimentos ruins e ricos em calorias ao invés de preparar uma boa refeição. Assim, para evitar ou segurar a fome até fazer uma refeição nutritiva, algumas dicas são:

  • Ter sempre meio punhado da mão na bolsa castanhas, amendoim, frutas in natura, lascas de coco ou frutas secas;

  • No trabalho, deixar 1 iogurte natural integral na geladeira;

  • Usar petiscos baseados em legumes ao chegar em casa enquanto prepara o jantar: palitos de cenoura, pepino com abacate amassado e temperado com sal e pimenta, tomate em cubos grandes com uma pitada de sal e azeite, lascas de coco ou 1 ovo cozido.

Caso não seja possível fazer alguma refeição ao longo do dia, simplesmente concentre em manter a qualidade da próxima refeição e use esses pequenos lanches, caso a fome apareça. Aos poucos é possível aprender que na maior parte das vezes não se trata de fome, e sim e ansiedade para comer.

6. Anotar tudo o que come

Anotar tudo o que se come ao longo do dia também é uma boa estratégia para emagrecer, pois assim a pessoa consegue ter maior consciência do que se come e, dessa forma, consegue identificar erros e onde melhorar, podendo alterar os seus hábitos alimentares para emagrecer, caso seja esse o desejo, e ter uma vida mais saudável.

É recomendado que o registro seja feito diariamente e após cada refeição, pois assim é mais fácil de lembrar o que foi consumido. No diário alimentar é importante estar indicado qual o tipo de refeição, se almoço, café da manhã, lanche ou jantar, a hora da refeição, os alimentos consumidos e quantidade, onde aconteceu a refeição e se estava fazendo algo no momento. Além disso, deve-se registrar com quem foi feita a refeição e qual o humor daquele momento. Esse registro deve ser feito por 3 a 7 dias, pois assim é possível ter uma melhor ideia de quais são os hábitos alimentares. ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- SPIRULINA:

A espirulina é uma cianobactéria microscópica e filamentosa, que tem seu nome derivado de sua estrutura em hélice ou espiral de seus filamentos. A espirulina refere-se à biomassa de Arthrspira platensis, uma bactéria encontrada mundialmente em algas marinhas azulesverdeadas. A espirulina é muito estudada para uso na alimentação humana por apresentarem perfil nutricional que as torna ideal como suplemento alimentar, pois substituem satisfatoriamente as fontes artificiais de nutrientes, por combinar diversos constituintes de maneira equilibrada. Entre estes nutrientes se incluem proteínas, vitaminas do complexo B, minerais, proteínas de alta qualidade, antioxidantes β-caroteno e vitamina E, e ácidos graxos poli-insaturados, especialmente o ácido -linolênico. O conteúdo proteico da espirulina atinge 60-70% do seu peso seco. Estas proteinas apresentam excelente qualidade com um índice balanceado de aminoácidos essenciais. Entre os aminoácidos não essenciais presentes na espirulina, estão alanina, arginina, ácido aspártico, cistina, ácido glutâmico, glicina, histidina, prolina, serina e tirosina. Entre os aminoácidos essenciais, estão a isoleucina, a leucina, a lisina, a metionina, a fenilalanina, a treonina e a valina. A habilidade da espirulina em combater vírus, câncer, desnutrição, diabetes, hipercolesterolemia e outros, além de proporcionar melhorias na saúde como um todo, destaca sua utilização como nutracêutico e desperta o interesse no seu emprego como uma fonte farmacêutica em potencial. A espirulina pertence ao grupo de substâncias listadas como Geralmente Reconhecida como Segura (GRAS). Recomendação de uso 500 a 3.000mg/dia, duas a três vezes ao dia, antes das principais refeições. Aplicações/Mecanismo de ação Atua como supressor do apetite, revestindo as paredes do estômago e promovendo sensação de plenitude gástrica e saciedade, auxiliando no processo de emagrecimento. Tem função coadjuvante na suplementação de indivíduos vegetarianos ou no tratamento de anemias, devido ao alto teor de vitamina B12; pode ser utilizada como suplemento dietético em indivíduos com osteoporose pelo seu teor de minerais. Melhora o trânsito intestinal e possui alto nível digestivo, com uma absorção próxima de 90%. Contra indicações Quadros de gota ou hiperuricemia. Gravidez e lactação. Reações adversas Ocasionalmente náuseas, vômitos e diarreias durante a administração.



BENEFÍCIOS: - Auxilia no emagrecimento - Fortalece o sistema imunológico - Previne o câncer - Protege o fígado - Combate infecções - Previne o envelhecimento precoce - Trata doenças respiratórias - Previne doenças cardiovasculares - Melhora a saúde mental


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- FASEOLAMINA

Extraída da planta Phaseolus vulgaris (feijão comum ou feijão branco), é uma glicoproteína que funciona como um inibidor da enzima alfa-amilase, com efeitos clinicamente comprovados na inibição da digestão e na absorção do amido. Inibe a enzima alfa-amilase e impede a absorção de carboidratos. Indicada em casos de obesidade (associação com a cassiolamina) e em dietas para redução de lipídeos séricos. Ao contrário dos antigos produtos para perda de peso, que continham cafeína ou anfetamina e produziam efeitos colaterais indesejáveis, a faseolamina atua de forma diferente. Ligandose à enzima alfa-amilase, inibe a digestão do amido (que contribui aproximadamente com um terço do total de calorias ingeridas), que desta forma não é absorvido deixando de adicionar calorias a dieta. Cada grama de faseolamina neutraliza 2.250 calorias de amido, in vitro. Estudos clínicos constataram que o inibidor de alfa-amilase (faseolamina) provocou a inativação de amilases, in vitro, e diminui a digestão de amido sólido de forma doedependente. A perfusão do inibidor no duodeno de humanos rapidamente inibiu de 94% a 99,9% da atividade intraluminal da amilase. Portanto, é eficaz em dietas de emagrecimento, para reduzir absorção de calorias

provenientes de amido. Além disso, mostrou-se benéfico no tratamento de diabetes melito em pacientes não dependentes de insulina.



Benefícios:

- Auxilia no aumento da saciedade, diminuindo o apetite

- Auxiliam também na diminuição da absorção de gorduras e carboidratos

- Ação antioxidante, neutralizando os efeitos de danos às células causados pelos radicais livres ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- SELÊNIO QUELATO:

O selênio é um mineral essencial que o organismo necessita em quantidades mínimas. O reconhecimento de sua importância vital no metabolismo humano ficou prejudicado devido ao seu potencial tóxico e aos temores de carcinogenicidade, temores que já foram descartados por indícios sugerindo exatamente o contrário - que o selênio oferece proteção contra diversos cânceres e, na verdade, contra um amplo espectro de doenças como: doenças crônicas, como arterosclerose (doença das artérias

coronarianas, doença cerebrovascular e doença vascular periférica), câncer, doença degenerativa das articulações (artrite), cirrose e doença pulmonar obstrutiva crônica (enfisema).

BENEFÍCIOS:

- Prevenção contra o Câncer

- Combate aos Radicais Livres

- Maior Imunidade

- Regulação do Sistema Endócrino

- Prevenção de Doenças Cardiovasculares

- Perda de Peso

- Ganho de Massa Muscular ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Referência Bibliográfica: www.infinitypharma.com.br Fonte: Farmácia João Falcão

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page